05 de dezembro de 2014

Você sabe amar?

amor

Você sabe amar? Pode parecer uma pergunta boba, mas não é. Para amar, é preciso querer esse sentimento tão gostoso e incrível. Além de desejá-lo, temos também que dar um basta no medo de senti-lo, exemplificado em frases como “pode não dar certo” ou “vai que encontra outra pessoa”.

“Amar pode dar certo desde que você tenha a coragem de amar sem esperar certificado de garantia ou prazo de validade. Desde que você se permita amar, aproveitando cada momento”, conta a matchmarker Marlene Heuser, da Golden Years Agência de relacionamentos.

E para permitir-se a amar, você precisa abrir seu coração para o mundo. As agruras do passado sempre estarão presentes na sua vida, mas as encare como parte do aprendizado. Nada de se colocar na posição de vítima, pois isso só nos impede de ter uma vida plena e completa.

“O verdadeiro amor é o sentimento que nos move, nos faz sentir vivos, que nos torna melhores como pessoas. Esse amor é feito de uma fantástica energia que flui em nós quando desejamos o bem da pessoa amada e quando desejamos despertar nela a mesma sensação de plenitude de vida que estamos sentindo”, fala Marlene.

Só consegue essa proeza chamada amor quem confia no próprio taco. E que, quando entra em uma relação, não faz intrigas por bobagem, não olha as mensagens do outro no celular ou escuta as conversas na extensão do telefone.

Saber amar é também entender que o amor não é dependência ou servidão, mas sim compreensão, lealdade, escuta e equilíbrio. A Bíblia já diz “amar ao próximo como a si mesmo”. Portanto, ame-se em primeiro lugar. Só assim você conseguirá amar com plenitude outra pessoa.

Veja também: a busca pelo amor

 

2 thoughts on “Você sabe amar?

  1. Pingback: Momento para perdoar | Golden Years

  2. Pingback: Um amor para 2015 | Golden Years

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>