Tag Archives: relacionamentos

14 de setembro de 2015

O mar de emoções que não deve afetar o relacionamento

emocoes-relacionamento

A busca pelo status, pela felicidade e pela sobrevivência tornou-se uma obsessão no contexto social em que vivemos. Deitamos e acordamos com os olhos voltados para a realidade do mundo globalizado: moeda em alta, bolsas em baixa, desemprego e falta de dinheiro para honrar com os compromissos.

Diante disso, cada um reage de forma diferente. Há quem está mais capacitado para identificar novas oportunidades. Outros, no entanto, apresentam ansiedade, crises de depressão, melancolia, síndrome do pânico ou alguma fobia social.  

 
 
 
04 de março de 2015

O mito do par perfeito e as aparências

mito-do-par-perfeitoCada um tem, desde muito cedo, uma ideia e um ideal do amor. À medida que vamos evoluindo, modificamos nossa ideia, mas jamais nosso ideal. O nosso inconsciente manda para o consciente uma “sugestão” próxima da imagem física que idealizamos por meio de nossos sonhos e fantasias.

A aparência física ocupa um papel muito importante, principalmente para os homens, que são mais visuais do que a mulher. Por isso, muitas vezes deixamos de nos aproximar de pessoas maravilhosas, simplesmente porque a cor dos olhos, dos cabelos, a cintura, os seios, enfim, a plástica não está em conformidade com o nosso ideal.  

 
 
 
23 de julho de 2014

Estudo: relacionamentos amorosos afetam personalidade

golden-years-agencia-de-relacionamentos-casamentos-personalidade

Você já notou que, em boa parte dos relacionamentos, os envolvidos na relação amorosa tendem a apresentar mudanças de comportamento e personalidade ao longo do tempo? Pois é. Pensando nisso, um estudo realizado pelas universidades de Jena e Kassel, da Alemanha, resolveu investigar o assunto e revelou que, sim, o convívio com o par pode gerar efeitos na personalidade dos indivíduos.

 

 
 
 
14 de maio de 2014

Esqueça o passado e viva o presente

golden-years-agencia-de-relacionamentos-casamento-passado-presente

Todos temos bagagem. Isso é fato. Porém, de todos os tipos que podemos imaginar, a bagagem emocional é, sem dúvida alguma, a mais pesada e difícil de carregar. E escapar dela é inevitável. Uma vez que estamos inseridos no mundo, as tristezas, felicidades, decepções, lágrimas e sorrisos que a realidade do dia a dia oferece são internalizados por nós e começam a fazer parte de quem somos.

No entanto, o que muitas vezes não entendemos é que todas essas coisas, após exercerem seus papéis de nos ajudarem a crescer, vão para um lugarzinho chamado passado. E visitar esse local pode até ser bom de vez em quando, mas, viver nele, não mesmo. Isso porque o que ficou lá para trás teve determinada importância e função em certo tempo da vida, mas já não é essencial ou, necessariamente, faz parte da pessoa que você se tornou ou pretende se tornar.