Tag Archives: Relacionamento sério

14 de julho de 2017

Agência de relacionamentos: como funciona

agencia de relacionamento 2

A ideia romântica de que, um dia, esbarraremos com um estranho na rua e nos apaixonaremos perdidamente ainda permeia o pensamento de muitas pessoas ao redor do mundo. E deve. Afinal, até onde sabemos, tal ideia pode ganhar vida a qualquer momento, seja em uma esquina em São Paulo, em um café em Paris ou em uma praça em New York. Porém, nem sempre o acaso mexe os seus pauzinhos, nos forçando a tomar uma atitude frente à situação.

Se você trabalha demais e se descobre sozinho tarde da noite ou no final de semana; se seus amigos já não têm mais quem apresentar; e se você desistiu de buscar na balada e em sites de relacionamento, pois percebeu que não surtiu efeito, então, neste caso, uma das opções mais certeiras é procurar uma agênciade relacionamentos.

No entanto, muita gente parece desconhecer o funcionamento de um local como esse e, por isso, acaba não tentando. Clique na imagem abaixo e veja entrevista da Marlene Heuser, proprietária da Golden Years, sobre como funciona  o serviço de aproximação de pessoas na agência.

agencia de relacionamento

O primeiro passo é preencher, sem compromisso, um formulário – comece preenchendo o cadastro no lado direito deste site. Se você estiver usando o celular, o cadastro está logo abaixo deste artigo. Imediatamente enviaremos um email explicando melhor a proposta de trabalho da agência. A partir daí, caso tenha interesse e após questões contratuais, você será convidado para uma entrevista pessoalmente ou via skype para fornecer mais algumas informações e, em seguida, receberá algumas propostas de candidato (a)s.

Tais propostas, aliás, são meticulosamente selecionadas com base nos gostos, preferências e objetivos que você forneceu. Ou seja, nada será feito às cegas. E, para completar o quadro, a Golden Years conta com a macthmaker MarleneHeuser, que é especialista em amor e relacionamentos e responsável por mais de duas mil uniões.

Gostou? Preencha o cadastro no lado direito deste site. Se você estiver usando o celular, o cadastro está logo abaixo deste artigo. Imediatamente enviaremos um email explicando melhor como podemos te ajudar a encontrar alguém para relacionamento sério.

 
 
08 de julho de 2016

Atração Física

atracao-fisica

Todos nós sonhamos ter um relacionamento amoroso verdadeiro, intenso e seguro.

No entanto, tudo começa pela atração física, que tem muito a ver com a paixão. Uma sensação e um sentimento meio inexplicável.

A tão famosa “química”. Sempre costumo dizer, nas minhas entrevistas, que se ela não acontecer, desista! Sem tesão, não tem solução… Nenhum casamento se mantêm intacto quando falta o sentimento de pele. Os riscos de ruptura ou de traição são sempre iminentes.

A atração física no relacionamento é uma base importantíssima quando existe cumplicidade entre o casal. Quando existe respeito, amizade e afeto. Estes são fatores primordiais para o desenvolvimento e crescimento pessoal e profissional de ambos.

Compartilhar sonhos, novos projetos, falar das angústias e inquietudes. Ter alguém para andar de mãos dadas, viajar, dançar. Acordar e saber que o outro está ali e que é possível abrir o coração, confiar e se entregar por inteiro, sem medos.

Encontrar alguém com todas essas características, nos dias de hoje, é muito raro. Ninguém de sã consciência desperdiça alguém tão interessante. Saber valorizar os pontos positivos e relevar alguns defeitinhos é importante para assegurar um relacionamento feliz e duradouro. E tudo isso, é fruto da união entre duas pessoas que fazem todo o possível para permanecer sintonizados , se descobrindo continuamente. A atração física sozinha não segura nenhuma relação.

Saber dosar a atração física, o companheirismo, a amizade e o afeto, este é o segredo para construir e manter uma relação a dois mais verdadeira e prazerosa. É bom lembrar sempre que a pessoa amada é uma joia preciosa que possuímos.

 
 
08 de junho de 2016

Matchmaker dá dicas de como encontrar alguém especial

Com a proximidade do Dia dos Namorados, o clima romântico pairando no ar, o apelo publicitário lembrando a cada momento do quanto é bom estar apaixonado, quem está sozinho acaba se sentindo como “um peixe fora d’água”. Mas sempre é tempo de conhecer alguém especial e conquistar um coração. Quem garante é a matchmaker Marlene Heuser, que há 21 anos se dedica a aproximar casais e já uniu mais de 3000 pares através da Golden Years – agência de relacionamentos.

Quem não quer ficar sozinho, no entanto, deve ficar atento a algumas dicas da especialista em relacionamentos. Marlene lembra que, para conhecer alguém especial, é preciso, antes de tudo, ser também uma pessoa especial. Isso significa, por exemplo, que não dá pra ter pressa e agir no desespero apenas para não passar o dia 12 sozinho.

“Quem quer um relacionamento sério e duradouro sabe que é preciso investir tempo e dedicação para isso”, lembra Marlene.

Quem tem um perfil mais introspectivo, é claro, pode ter um pouco mais de dificuldades para encontrar a carametade. Mas não dá pra esperar que a pessoa certa caia do céu. “Se você ficar trancado em casa se lamentando, ninguém vai aparecer batendo em sua porta”, garante a matchmaker. Além do mais, é preciso estar de bem com a vida, gostar de si mesmo, ser uma pessoa confiante, alto astral, que sabe expressar os seus desejos, para que o encontro possa ser realmente especial. “Quando estamos muito tristes e carentes, a tendência é achar que toda nossa felicidade depende do outro. Pelo contrário! Primeiro temos que ser felizes, para só então podermos nos realizar em uma relação”, explica. “A carência sempre atrai relacionamentos insatisfatórios. E ninguém gosta de conviver com alguém cabisbaixo, rabugento, ‘pra baixo'”, complementa.

Marlene Heuser aponta ainda que é comum as pessoas idealizarem demais uma pessoa quando estão na busca de um novo companheiro ou companheira, como se houvesse um príncipe encantado ou uma mulher-maravilha. “Isso só dificulta ainda mais o processo de efetivar uma união, pois quando idealizamos muito um companheiro, nos decepcionamos com facilidade.

Nesses casos, nos tornamos muito exigentes e não nos damos conta de que nem sempre temos a oferecer o que estamos exigindo. Todos temos defeitos, mas todos também temos qualidades maravilhosas, que podem encantar o outro em um relacionamento. No entanto, precisamos estar abertos a ver no outro essa pessoa bacana, dando ênfase aos pontos positivos e minimizando os defeitinhos”, sintetiza a especialista.

Em resumo, Marlene admite que não existe fórmula milagrosa para alguém que quer arranjar namorado ou namorada antes do dia 12 de junho, mas garante que a felicidade duradoura é possível quando a pessoa está consciente do que quer. “Se for só pra diversão ou passa-tempo, é possível arrumar companhia para o dia dos namorados. Mas a possibilidade de que esse primeiro encontro se transforme efetivamente em uma relação é um pouco mais difícil… Já quem quer de verdade um relacionamento maduro tem que apostar com mais tranquilidade na escolha de um parceiro amoroso com quem tenha afinidades fundamentais como caráter, projetos de vida, nível intelectual e não apenas com pequenos gostos. Mas, para isso o primeiro passo é não deixar a vida amorosa por conta do acaso…É preciso pensar e agir com coerência na hora de ir em busca de um novo amor e, principalmente, ter em mente onde é possível encontrar alguém compatível para construir uma relação equilibrada e enriquecedora, respeitando sua individualidade e a de seu parceiro. Uma verdadeira história de amor, com final feliz!

 
 
07 de outubro de 2014

Como superar a timidez

como-superar-timidez

A timidez é uma velha conhecida. Ela com certeza já apareceu em algum momento do dia a dia, seja em uma apresentação, durante uma reunião de trabalho ou em uma paquera.

O problema é quando ela se transforma em um entrave constante, e deixa de ser uma “visita passageira”.  De acordo com a Marlene Heuser, matchmaker à frente da agência de relacionamentos Golden Years, há dois tipos de timidez: a crônica e a situacional.

“Na timidez crônica a pessoa experimenta dificuldade em praticamente todas as áreas do convívio social. Ela não consegue paquerar, falar com estranhos, fazer amigos, falar em público, enfim, o prejuízo é generalizado. Já na timidez situacional a inibição se manifesta em ocasiões específicas e, portanto, o prejuízo é localizado”, conta Marlene.

Há, também, a timidez patológica, mais conhecida como fobia social. Nesses casos, a pessoa passa a evitar o convívio social ou programas como frequentar restaurantes, fazer cursos e sair para uma balada com os amigos.

Se a timidez realmente se transformar em parte da sua vida, há um problema que precisa ser solucionado.  Veja se você se enquadra em algumas situações abaixo:

– Dificuldade para aproximar-se da outra pessoa

– Sofrimento por crises de ansiedade

 

 
 
 
30 de setembro de 2014

A felicidade está logo ali

felicidadeJá reparou como parecemos estar sempre a um passo da felicidade? Uma virada na vida de 180 graus, uma promoção, iniciar uma dieta, voltar à academia – ou iniciá-la -, ser melhor como amigo, amante, ter um relacionamento mais gratificante. Estamos sempre nos preparando para algo, como se, num passe de mágica, pudéssemos redirecionar todas as energias negativas e canalizar em algo positivo.

No entanto, todos esses objetivos podem demorar a ser alcançados, alguns, até, nunca conquistados. É quando parecemos nunca sair do lugar, como se um peso fosse colocado sobre nossas costas. Há um perigo iminente em acumular afazeres e conquistas.  

 
 
 
22 de setembro de 2014

Os dois lados da conquista

dois-lados-da-conquistaFoi-se o tempo em que o flerte era iniciado apenas pelos homens. Vivemos um momento de mudança social, em que as mulheres, agora muito mais independentes, tomam as rédeas de suas vidas em todos os aspectos.

No entanto, embora cientes de que podem iniciar o flerte, muitas ainda ficam em dúvida sobre que tipo de postura assumir, com medo de parecerem vulgar ou “oferecidas” demais.  

 
 
 
03 de setembro de 2014

As oportunidades se renovam a cada manhã

oportunidades-manhaQuem nunca se sentiu frustrado ao se deparar com as adversidades da vida, não é mesmo? Diante das dificuldades tendemos a desanimar, mas é a postura que adotamos diante delas que pode transformá-las em uma experiência enriquecedora.

“Quando não se pode modificar o destino, pode-se tomar uma atitude positiva diante dele”, lembra Marlene Heuser, matchmaker à frente da agência de namoro e casamento Golden Years. De fato, isso é algo que constantemente esquecemos.  

 
 
 
04 de julho de 2014

Na busca pelo amor, é necessário ter paciência

golden-years-agencia-de-relacionamentos-casamentos-paciencia

Buscar o amor é, provavelmente, uma das tarefas mais trabalhosas da vida. Porém, também é uma das mais prazerosas e recompensadoras. Por isso, o importante é não desistir, continuar tentando e se lembrar de que você não é o único nessa deliciosa busca. Para tanto, todavia, é essencial que você desenvolva algo fundamental em, praticamente, todas as situações da vida: a paciência.