Tag Archives: agencia de namoro

06 de maio de 2016

Controle o seu temperamento, pelo menos em público

Falta de educação, narcisismo e descontrole emocional podem acabar com a imagem de qualquer um. Bom senso é fundamental.

Tudo começou quando um casal (um estrangeiro e uma linda jovem) entrou num restaurante muito elegante em São Paulo e sentou-se numa mesa que estava reservada para outras quatro pessoas. Imediatamente foram alertados pelo garçom que seria preciso mudar de mesa. Inconformada, a moça reagiu dizendo: Seu mal educado, seu grosso. Tá pensando o quê?Assustado, o funcionário chamou o mâitre que, delicadamente, explicou que eles poderiam sentar-se numa mesa mais ao fundo do restaurante, de dois lugares, tão boa quanto a primeira e ao lado de uma grande personalidade do mundo político. Acomodada na tal mesa, mas ainda inconformada com a troca, a jovem continuou a falar mal do garçom num tom de voz alto para que todos no local pudessem ouvir. Até que um cliente bateu nas costas da moça e disse: A senhora poderia falar mais baixo e parar de humilhar o garçom? Ao que prontamente elarespondeu: Cala a boca, seu b…a!. Injuriado, o cliente reagiu: Cala a boca você, sua garota de programa! Sem pestanejar a garota jogou um copo de água no homem que revidou com outro, que em seguida recebeu um copo de vinho bem no meio do rosto revidado em seguida. Vendo a cena o estrangeiro foi embora horrorizado seguido pela moça que saiu atrás xingando a todos. Em função do triste espetáculo, o restaurante, preocupado com a sua imagem, pediu desculpas e não cobrou o vinho servido a boa parte dos clientes.

Este tipo de incidente costuma acontecer em supermercados, consultórios ou salas de aula e mostra a que ponto as pessoas podem chegar quando são contrariadas nas suas vontades. Um livro lançado nos EUA, Epidemia do Narcisismo, fala sobre o quanto as pessoas estão preocupadas em atrair para si as atenções e nada atentas ao que acontece com os outros. Para quem não se lembra, Narciso é uma figura mitológica tão apaixonada por si que passava o dia olhando-se refletido num lago. Narcisismo, temperamento difícil, falta de educação e descontrole emocional infelizmente andam juntos e nos últimos tempos têm patrocinado episódios que podem incluir até cenas de violência.

Quem era a moça da história não importa, porque controle pessoal e comedimento não estão associados a uma ou outra profissão, mas a percepção do quanto nosso comportamento pode afetar as pessoas que estão a nossa volta. Quando se tem a exata medida do quanto somos capazes de fazer bem ou mal para quem está próximo a nós, em qualquer profissão ou situação, avançamos muito como pessoas e não corremos o risco de ser acometidos pela Epidemia do Narcisismo.

Procurando um novo amor?

Fuja de pessoas excessivamente narcisistas. Você nunca será suficientemente bom e interessante para ela!

 
 
23 de abril de 2015

Golden Years completa 20 anos

amor

Foi em 1995 que Marlene Heuser, até então funcionária de uma grande multinacional, resolveu transformar seu hobby de ser “cupido de amigos” em uma atividade profissional. E essa história, chamada Golden Years, deu tão certo que em maio de 2015 completa 20 anos.

Duas décadas construídas com muitas outras tantas histórias, estas de amor, paixão, felicidade, casamento, família… Uma delas é a da Carol e do Mateus. Ela, após terminar um relacionamento complicado, ouviu um anúncio sobre a agência de relacionamento em uma rádio de Curitiba.

No início tive muita resistência. Não acreditava que pudesse dar certo um relacionamento assim. Mas, após terminar um namoro, resolvi procurar a Marlene! Ainda estava receosa, e achando que não teria ninguém com o perfil que eu buscava. Fiquei encantada já com o primeiro perfil que a Marlene me mandou! 1,83m, 83 kg, loiro, olhos azuis… Um príncipe!!! Aprovei o perfil, e no dia seguinte recebi o telefonema do meu pretendente! Em dois dias, ele me pediu em namoro. Com aproximadamente 6 meses de namoro, ficamos noivos, e nos casamos logo depois. Hoje, temos dois filhos, fruto do nosso amor. Quem disse que fada madrinha não existe? Existe sim! E ela tem nome: Marlene Heuser!”