20 de julho de 2015

Pequenos hábitos que melhoram a harmonia do lar

familia

Casar-se e constituir uma família traz grandes mudanças para a vida de um casal. Se antes havia tempo para dedicar atenção apenas um ao outro, depois de casados e com filhos a caminho o tempo diminui e a atenção é distribuída entre as diversas responsabilidades do lar e os pequenos.

Nesse sentido, o cansaço, por exemplo, é iminente. Existe o risco de que o relacionamento pareça desgastado e perca a magia que tomava conta do casal antes de se formar a família.

Mas é possível, apenas com alguns hábitos, manter a chama acesa e constituir um lar repleto de amor, carinho, cumplicidade e paixão. Tudo isso sem deixar de lado o amor e a atenção aos filhos e aos cuidados da vida em família.

Veja, abaixo, 12 dicas que a matchmaker Marlene Heuser, proprietária da agência de relacionamentos Golden Years, considera fundamentais para a harmonia de um lar repleto de amor e carinho:

VIVENCIE PLENAMENTE CADA DIA

Não espere o final de semana para participar da vida dos filhos: durante as refeições ou nas horas de descanso, cante, invente brincadeiras ou conte piadas. Esses minutinhos, somados, viram horas ao longo de uma semana. Não deixe que eles passem em branco.

SAIBA PERDOAR

Passar por cima do orgulho e estar disposto a perdoar são demonstrações de amor e respeito – não fraqueza. Quando o orgulho fala mais alto, surge um clima horrível de disputa e conflito. Todos perdem com isso! Perdoe mais e, depois de tudo, durma melhor.

GRUDEM-SE E APERTEM-SE

O contato físico agradável, mesmo que curto, envia uma poderosa mensagem de afeto e cumplicidade. Segure na mão do seu marido ou dê um beijo inesperado na bochecha dos filhotes. Essas atitudes podem significar mais do que uma porção de palavras bonitas.

PRIORIZE O TEMPO EM FAMÍLIA

Até as crianças já têm agendas lotadas a cumprir. Todos chegam em casa exaustos ao final do dia? É hora de fazer uma pausa e refletir: será que realmente vale a pena correr tanto a ponto de sacrificar o contato entre as pessoas?

DESCUBRAM NOVAS SENSAÇÕES

No final de semana, vocês fazem tudo sempre igual? Planeje atividades diferentes, em que todos possam compartilhar novas emoções e experiências. Uma viagem curta, uma caminhada no parque ou uma visita ao museu podem se tornar programas inesquecíveis!

NAMORE SEMPRE

Sem culpas ou encanações por achar que vocês não estão dando atenção aos filhos, ok? Pais contentes e unidos têm mais a oferecer – a começar por um modelo feliz de casamento.

SEJA PARTICULAR

Quem tem muitos filhos pode achar impossível dar atenção a cada um em separado, mas não é. Toda criança precisa ter um tempo só dela com os pais. Tente proporcionar momentos únicos para cada filho. Uma sugestão é deixar que, a cada noite, um deles fique acordado por mais meia hora para curtir algo diferente a seu lado: um vídeo, um jogo, um cafuné… Ele escolhe!

AJUDEM-SE E AJUDEM

Incentive seu filho a oferecer uma mãozinha a irmãos e familiares. Quando sabemos que dá pra contar com as pessoas mais próximas, todos se sentem mais fortes para enfrentar os problemas e curtir a aventura de viver. Também se ofereça para ajudá-los sempre que puder.

DIVIRTAM-SE

O clima em casa está tenso? Tente olhar a situação de maneira bem-humorada e arrisque um comentário engraçado. Uma boa gargalhada em família tem o poder de espantar o estresse, acalmar os ânimos, refazer a amizade e clarear os pensamentos.

Veja também: dez passos para a felicidade a dois

OCUPEM A COZINHA

O macarrão da mama, o lanche na casa da vovó, o bolo de chocolate da titia… Reuniões familiares em volta da mesa são oportunidades de partilhar a vida, colocar o papo em dia e passar boas horas com quem amamos. E o melhor: as refeições em conjunto reforçam o sentimento de união.

BRINQUEM

Família unida permanece unida! Divertir-se na companhia de quem a gente gosta é muito mais prazeroso. Jogos de tabuleiro, cartas, mímica, karaokê… Tudo pode render bons momentos em família.

SEJA EXEMPLO

Um belo discurso sobre solidariedade ou valores morais morre na praia se, na hora do “vamos ver”, seus filhos flagrarem você pisando na bola. Em educação, mais vale o que é feito do que é dito. Se você quer que eles sejam mais carinhosos, responsáveis e unidos, transforme a teoria em prática. Isso, sim, é exemplo!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>