29 de julho de 2016

A vingança não leva a nada

agencia relacionamentos

Quem nunca se sentiu injustiçado e desejou se vingar? A vingança pode ser bem agradável no momento da raiva, mas é uma sensação de curta duração e, na maioria das vezes, não é nada prazerosa.

As pessoas desejam se vingar quando alguém faz ou diz algo desagradável, de forma consciente ou até inconsciente. Ou seja, quando a ação resulta em alguma forma de menosprezo, de se sentir lesado ou impotente diante de outras pessoas ou não. Muitas vezes, pessoas com o pavio curto optam por contra-atacar fisicamente ou com palavras.

O ideal antes de pensar em vingança, é dizer para a pessoa que a feriu o quanto você está desapontada, magoada e que está sentindo muita raiva.

Situações de desentendimentos, mágoas, frustrações e de vingança é comum no dia-a-dia, seja em casa, no trânsito, na escola e até no ambiente de trabalho. Mas, são as histórias de amor que rendem audiência nos jornais e na ficção dos folhetins das novelas. Estamos sempre nos deparando com cenas de ciúmes e vingança.
A esposa que decide se vingar do marido que a trocou por uma mulher mais jovem. O homem que não suporta ser abandonado e ver a amada nos braços do outro.

Em geral as mulheres costumam planejar a vingança. Já os homens são educados desde pequenos para devolver a agressão quando provocados.

Mas, dependendo da situação, o descontrole toma conta e a pessoa enfurecida nem pensa em planejar. Parte para a ação. Maria Luiza, 45 anos, empresária conta que quando chegou em casa e flagrou o marido na cama com a amante, jogou água quente nos dois.
Não satisfeita, cortou todas as roupas do safado e jogou pela janela do 18º andar, todos os seus pertences. Nada chegou intacto. Um amontoado de entulhos e um coração dilacerado, de tanta dor. Foi um escândalo no prédio.

Quando a raiva passou, se deu conta de que exagerou na dose. Até porque jura que graças a separação do “traste”, acabou encontrando o amor da sua vida. Enquanto o ex-marido continua não tendo sorte nos seus relacionamentos ela tem certeza de que a sua felicidade é a melhor vingança.

 
 
08 de julho de 2016

Atração Física

atracao-fisica

Todos nós sonhamos ter um relacionamento amoroso verdadeiro, intenso e seguro.

No entanto, tudo começa pela atração física, que tem muito a ver com a paixão. Uma sensação e um sentimento meio inexplicável.

A tão famosa “química”. Sempre costumo dizer, nas minhas entrevistas, que se ela não acontecer, desista! Sem tesão, não tem solução… Nenhum casamento se mantêm intacto quando falta o sentimento de pele. Os riscos de ruptura ou de traição são sempre iminentes.

A atração física no relacionamento é uma base importantíssima quando existe cumplicidade entre o casal. Quando existe respeito, amizade e afeto. Estes são fatores primordiais para o desenvolvimento e crescimento pessoal e profissional de ambos.

Compartilhar sonhos, novos projetos, falar das angústias e inquietudes. Ter alguém para andar de mãos dadas, viajar, dançar. Acordar e saber que o outro está ali e que é possível abrir o coração, confiar e se entregar por inteiro, sem medos.

Encontrar alguém com todas essas características, nos dias de hoje, é muito raro. Ninguém de sã consciência desperdiça alguém tão interessante. Saber valorizar os pontos positivos e relevar alguns defeitinhos é importante para assegurar um relacionamento feliz e duradouro. E tudo isso, é fruto da união entre duas pessoas que fazem todo o possível para permanecer sintonizados , se descobrindo continuamente. A atração física sozinha não segura nenhuma relação.

Saber dosar a atração física, o companheirismo, a amizade e o afeto, este é o segredo para construir e manter uma relação a dois mais verdadeira e prazerosa. É bom lembrar sempre que a pessoa amada é uma joia preciosa que possuímos.