30 de junho de 2014

Elas também podem iniciar o flerte

golden-years-agencia-de-relacionamentos-casamentos-mulheres-flerte

Quando nos perguntam quem deve iniciar o flerte, normalmente respondemos que esse é o papel do homem, certo? Pode até ser, mas a verdade é que os tempos mudaram e, atualmente, muitas vezes, quem desempenha esta função são as mulheres. Sim, caro leitor (a), elas também podem fazer o primeiro movimento e não há absolutamente nada de errado com isso. Permita-nos explicar o porquê.

“Começar um flerte é sempre uma deliciosa aventura”, diz a matchmaker da Golden Years, Marlene Heuser. Isso significa que o prazer é mútuo e não exclusivo de um dos gêneros. Portanto, se a mulher quiser iniciar um flerte porque está interessada em alguém e quer se divertir embarcando na aventura com a pessoa em questão, não há problema algum.

E, quando paramos para pensar, a mulher é, na maioria dos casos, quem está no controle da situação. É ela quem, por meio de um olhar ou um sorriso, por exemplo, abre caminho para que o homem se aproxime e inicie uma conversa.

No entanto, Marlene alerta para as conseqüências que esse controle pode gerar. De acordo com ela, algumas mulheres ficam confusas por não saberem até onde começa e termina um simples flerte. “Algumas ficam na dúvida até que ponto o homem aprecia ser conquistado. A falta de discernimento entre o sensual e o vulgar, o agradável e o abusado acaba levando muitas a cometerem inevitáveis deslizes”. Por isso, vá com calma e cuidado!

No mais, queridas mulheres, não tenham medo de demonstrarem interesse por alguém. Exerçam a independência e vontade de vocês, porém, sempre lembrando de não se atropelarem. “Uma mulher inteligente sabe como enviar sutilmente o sinal para tentar a aproximação”, finaliza a matchmaker.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>