25 de julho de 2014

É namoro ou amizade?

golden-years-agencia-de-relacionamentos-casamentos-namoro-amizade

Uma das grandes dúvidas quando o assunto é amor é: namoro ou amizade? E dizemos amor porque, assim como o namoro, a amizade também é uma forma de amar. Porém, uma forma diferente. Basta identificar qual delas se encaixa no contexto da sua história. E tudo bem se você não sabe por onde começar. Realmente não é fácil. Mas nós estamos aqui para lhe ajudar.

Primeiramente, é necessário entender que se dar bem com alguém não significa necessariamente que você esteja apaixonado e precise namorar com a pessoa em questão. De acordo com Marlene Heuser, matchmaker da Golden Years, “amigo é aquele que nos conhece do avesso, discorda quando achamos que estamos certos, manda baixar a bola quando extrapolamos, conhece nossos defeitos, mas jamais nos julga por causa deles”. Portanto, se você tem isso com alguém, você tem uma amizade e tanto, e não exatamente um amor para namorar.

Claro que isso também não quer dizer que uma amizade não possa evoluir para um namoro. Aliás, muitas histórias de amor começaram dessa forma. O ponto essencial aqui é não confundir as duas coisas e tentar enxergar se há potencial ou não da amizade se tornar algo a mais. Para tanto, tente refletir: você se vê com essa pessoa no futuro? Se vocês namorassem, as coisas continuariam tão boas como quando vocês eram amigos? Você estaria disposto a correr o risco de falhar com essa pessoa?

Se a resposta para as questões anteriores foi ‘não’, é hora de dar um passo para trás e cogitar levar tudo na amizade. Todavia, se a resposta foi ‘sim’, e ainda por cima você sente uma conexão e uma receptividade enorme da outra pessoa, só há uma coisa a fazer: arriscar. Pode ser que você se engane e as coisas não deem certo, como pode acontecer de vocês conseguirem o que sempre quiseram. E para descobrir, caros leitores, só arriscando.

Porém, há formas e formas de se fazer isso. Você pode tentar uma abordagem tranquila, jogando alguns verdes aqui e ali e observar a reação do outro. Se for positiva, avance. Se você sentir que não e preferir segurar, as coisas ficam por isso mesmo. E, claro, você também pode simplesmente dizer tudo o que está sentindo de uma vez. Essa ultima forma, no entanto, apesar de mais direta, é mais arriscada.

Mas seja lá o que você tenha identificado e deseje fazer, lembre-se de que o amor existe, seja em forma de amizade ou namoro. E isso vale a pena preservar, sempre!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>