Category Archives: Comportamento

30 de junho de 2014

Elas também podem iniciar o flerte

golden-years-agencia-de-relacionamentos-casamentos-mulheres-flerte

Quando nos perguntam quem deve iniciar o flerte, normalmente respondemos que esse é o papel do homem, certo? Pode até ser, mas a verdade é que os tempos mudaram e, atualmente, muitas vezes, quem desempenha esta função são as mulheres. Sim, caro leitor (a), elas também podem fazer o primeiro movimento e não há absolutamente nada de errado com isso. Permita-nos explicar o porquê.

 

 
 
 
23 de junho de 2014

Aprenda a reconhecer os sinais da paixão

golden-years-agencia-de-relacionamentos-casamentos-sinais-paixao

Nem sempre é uma tarefa fácil descobrir se a pessoa de quem se está gostando corresponde aos seus sentimentos amorosos. Muitas vezes, noites mal dormidas se passam e a dúvida continua lá, te deixando completamente à deriva, longe de uma conclusão. Porém, para te devolver o sono, no post de hoje vamos lhe dar dicas de como reconhecer se ele ou ela também está a fim de você.

 

 
 
 
18 de junho de 2014

Estudo: ciclo menstrual afeta vida amorosa

golden-years-agencia-de-relacionamentos-casamentos-ciclo-menstrual

Que o ciclo menstrual afeta diversas áreas do organismo feminino e tem a capacidade de mexer com as emoções, você já sabe. O que você pode não saber, contudo, é que, além de aumentar o desejo sexual, o período fértil de uma mulher também pode influenciar nas opiniões dela em relação ao parceiro.

 

 
 
 
30 de maio de 2014

Relacionamento abusivo: saiba como reconhecê-lo

golden-years-agencia-de-relacionamentos-casamentos-namoros-relacionamento-abusivo

Os relacionamentos abusivos são aqueles em que a mulher é “coisificada” e deixa de ser enxergada como um ser humano como outro qualquer, que possui gostos, preferências e opiniões. Aqui, a mulher é tida como um prêmio pertencente ao seu namorado/marido, que acredita ser o dono de sua companheira em vez de, simplesmente, o companheiro propriamente dito.

Portanto, para você ficar atenta se está, ou não, em um relacionamento abusivo, nós separamos algumas dicas. Começando pelo controle excessivo. Se o seu par afetivo tem dado sinais de ciúme exagerado a ponto de querer estabelecer onde e quando você pode sair, algo está muito errado. O respeito à independência do outro em um relacionamento é imprescindível.

 

 
 
 
21 de maio de 2014

Tenho medo de perder a pessoa amada

golden-years-agencia-de-relacionamentos-casamentos-perder-pessoa-amada-medo

O seu relacionamento engatou e as coisas vão de vento em polpa. Porém, você já sentiu que tudo está tão bem que você começa a desconfiar que, com a primeira mudança, as coisas vão desmoronar? Ou pior, que você vai perder o parceiro (a)? É normal se sentir inseguro uma vez ou outra, pois isso significa que você se importa com o outro e o valoriza. Porém, quando esse medo começa se tornar sinônimo de sufoco e passa a te descaracterizar, há algo errado.

 

 
 
 
16 de maio de 2014

A relação ente os jovens e o casamento

golden-years-agencia-de-relacionamentos-casamento-jovens

Maio é conhecido como o mês das noivas e, consequentemente, do casamento. A origem dessa associação vem de países do hemisfério norte, que relacionam o mês em questão com festas e comemorações, inclusive o matrimônio. Porém nós, da Golden Years, acreditamos que quando se trata de celebrar o amor, pouco importa o mês ou a idade. Muitos jovens, por exemplo, têm buscado sua cara metade cada vez mais cedo. E o post de hoje vai lhe ajudar a entender o motivo.

Antes de tudo, convenhamos que não há idade para amar. Um casal com média de 40 anos de idade não é mais importante ou significativo do que um casal com média de 20 anos de idade, por exemplo. O amor não se mede por idade. Aliás, o amor é um sentimento imensurável e diz respeito a cada um de forma diferente. Portanto, precisamos manter a cabeça aberta quanto a isso.

 

 
 
 
28 de abril de 2014

Ame-se!

golden-years-agencia-relacionamentos-amor

Quantas vezes já iniciamos relacionamentos e, na metade do caminho, percebemos que não conseguíamos nos entregar de forma completa ao companheiro (a)? Bem, pode ser que isso não tenha acontecido com você, mas, certamente, já aconteceu com muitas pessoas. E os motivos que levam a esse problema variam. Porém, hoje, falaremos de um em particular: amarse.

É simples: para que possamos amar alguém, precisamos amar a nós mesmos primeiro. Isso porque, ao nos amarmos, estamos nos valorizando e, consequentemente, conhecendo o que precisamos e merecemos não só em um relacionamento, como na vida em um contexto geral.