Monthly Archives: agosto 2015

31 de agosto de 2015

O poder e a necessidade do elogio

elogioElogios são capazes de aumentar a confiança e, até mesmo, a autoestima. Quem nunca se sentiu um tantinho orgulhoso por receber elogios merecidos, ou ainda surpreso por ser reconhecido quando achou que ninguém notaria os seus esforços?

É claro que, apenas o reconhecimento sincero, digno de aplausos, e não a adulação interesseira ou banal é que tem esse poder.  

 
 
 
24 de agosto de 2015

A gratificante arte de conquistar a mesma mulher todos os dias

conquistar-mulher

Todo homem sabe – ou deveria saber: uma mulher deve ser constantemente conquistada. Dos pequenos aos grandes gestos, das palavras aos olhares que expressam muito sem dizer nada, a mulher captura os sentimentos por meio de uma química que, infelizmente, poucos homens são capazes de compreender, se é que algum já compreendeu completamente.

O desafio de agradar uma mulher com naturalidade, sem forçar a barra, é tão conhecido que já virou tema de um filme muito simpático, chamado “Como Se Fosse a Primeira Vez”, lançado em 2004 e com Adam Sandler e Drew Barrymore nos papéis principais. Na trama, a personagem de Barrymore sofre um acidente que lhe causa amnésia, obrigando-a a reviver todos os dias o dia que antecedeu seu acidente. A condição da garota leva o personagem de Sandler a reconquistá-la a cada novo dia em que ela acorda sem lembrar que o conheceu em um restaurante, onde os dois se apaixonaram à primeira vista.  

 
 
 
17 de agosto de 2015

Essa tal felicidade

felicidade

Estar solteiro parece ser uma eterna busca por um novo amor, não é mesmo? Até mesmo as pessoas que querem aproveitar a solteirice conhecendo diversas pessoas de forma mais casual têm esperança de encontrar, em uma delas, um amor verdadeiro. Alguém que as arrebate completamente e satisfaça a necessidade e o prazer de compartilhar a vida a dois.

Embora grandes conquistas materiais ajudem os solteiros a conhecer novas pessoas – viagens, saídas e encontros custam dinheiro, afinal – é no outro que uma pessoa pode encontrar a felicidade.  

 
 
 
03 de agosto de 2015

Quem ama, lembra

lembrancasVocê já parou para pensar em quantas vezes em um dia você se lembra dos momentos que passou junto ao seu parceiro (a)? Os momentos de cumplicidade, de risadas, de carinho, de intimidade. Quantas vezes você já se pegou com um sorriso de canto de boca ao se recordar dos bons momentos que vivencia ou vivenciou ao lado de um grande amor ou paixão?

Essas lembranças, sejam do seu relacionamento atual ou de outros passados, merecem ser valorizadas. Afinal, são momentos como os descritos acima que ajudam a construir a nossa forma de lidar com nossos cônjuges. Eles são enriquecedores.