Monthly Archives: janeiro 2015

26 de janeiro de 2015

Casados são mais felizes, diz estudo

casados-sao-mais-felizesUm novo estudo científico, publicado pelo Escritório Nacional de Pesquisas Econômicas dos Estados Unidos neste mês, comprovou algo que muita gente já sabia: os casados são mais felizes do que os solteiros.

Para chegar a esse resultado, os cientistas analisaram dados de mais de 300 entrevistas feitas em diversos países. Além disso, eles também compararam os níveis de felicidade antes e depois do casamento.  

 
 
 
16 de janeiro de 2015

Viver é um desafio. Encare de frente!

viver

“Um dia, um homem observou uma borboleta por várias horas, em uma pequena abertura, num casulo (invólucro construído pela lagarta). Ela se esforçava para fazer com que seu corpo passasse através daquele pequeno buraco.

Parecia que ela havia parado de fazer qualquer progresso. Tinha ido o mais longe que podia, e não conseguia ir adiante. Então o homem, em sua humilde intenção, decidiu ajudar a borboleta. Pegou uma tesoura e cortou o restante do casulo. A borboleta então saiu facilmente, mas seu corpo estava murcho e fraco. Era pequena e tinha as asas amassadas.

O homem continuou a observá-la porque esperava que, a qualquer momento, as asas dela se abrissem e se esticassem para poder suportar o corpo e voar. Mas, nada aconteceu!

Na verdade, a borboleta passou o resto de sua vida rastejando com um corpo murcho e asas encolhidas. Ela nunca foi capaz de voar. Aquele homem tão gentil e com tanta vontade de ajudar não compreendia o que acontecera. O casulo apertado e o esforço necessário para passar através da pequena abertura, fariam com que o fluido do corpo da borboleta fosse para as suas asas. Assim, ela estaria livre do casulo. Pronta para voar”.

A fábula acima, de autor desconhecido, é sobre todos nós. A vida é um desafio que deve ser encarado de frente, sem a ajuda de terceiros. Caso contrário não estaremos preparados para enfrentar os obstáculos futuros, que surgem a todo o momento e em diversas situações no decorrer de nossa história.

Boa parte das pessoas não vive, mas deixa-se viver. Quem tem medo de ousar e espera que alguém pegue a tesoura e corte o restante do seu casulo, certamente não sairá do lugar. As mudanças positivas fazem crescer, aproveitar melhor os momentos, perceber os insights.

Como disse o quadrinhista argentino Ricardo Siri Liniers, famoso no mundo inteiro por seus personagens que discutem a existência: “Estamos todos nesta mesma bola, girando no Universo. A graça está no mistério. Se soubéssemos as respostas, a vida seria tediosa.”

É comum termos ajuda uma hora ou outra. Os filhos, por exemplo, necessitam do apoio dos pais por um tempo. Depois, ele precisam escrever suas próprias histórias. As quedas, os choros e as decepções farão parte de suas vidas. Mas tudo tem um motivo. Tudo é aprendizado.

O filosofo grego Sócrates disse, na Antiguidade, que “uma vida sem desafios não vale a pena ser vivida”. Se sem problemas fosse, seria uma vida vazia, sem sentido. A vida é simples, o ser humano é que gosta de complicar tudo. É preciso ter coragem, acreditar em seus sonhos, e sentir a plenitude da vida.

Cada um deve ter nas mãos as rédeas de seu próprio destino.

Veja também: Um amor para 2015