Monthly Archives: novembro 2014

28 de novembro de 2014

A busca pelo amor

abuscapeloamor

Quando as festas de final de ano começam a se aproximar, é comum ouvirmos homens e mulheres falarem que estão receosos de passar o final de ano sozinhos. Nessa hora, é preciso ficar calmo e ter consciência de que ainda dá tempo de encontrar alguém especial e dar um basta nessa busca pelo amor.

Para isso, basta planejamento. Não adianta sair por aí atirando para todo lado. Se durante todo o ano você esteve ocupado com as obrigações profissionais, agora é a vez de mudar o foco e mirá-lo no amor. Comece a olhar ao redor. “O cúpido pode acertar você em cheio. Basta estar aberto a essa possibilidade”, diz a matchmaker Marlene Heuser.

Foi o que aconteceu com a Letícia, de Londrina, e o Juan, de Ribeirão Preto. Eles se conheceram no dia 23 de dezembro, graças às flechas da Golden Years, e hoje formam um casal lindo de se ver. Eles enviaram um depoimento para nosso site contando um pouco sobre como foi o primeiro encontro deles, isso no ano de 2010.

 

 
 
 
18 de novembro de 2014

Momento de pensar na família

familia

O final do ano está chegando. Além de celebrar a virada, o momento também é de reflexão. Como foi 2014? Onde acertei, onde errei? O que posso melhorar no ano que vem? E um dos temas que merecem atenção é a família. Você já parou para pensar como ela anda? Por causa da correria do dia a dia, repleto de obrigações, nos esquecemos de que a felicidade está no amor e no carinho do ambiente familiar, não nos negócios e nos bens conquistados.

“Quando foi que você sentou com um filho para bater um papo ou saiu com o seu cônjuge para namorar? Há quanto tempo você não diz para um membro da sua família ‘eu te amo?’ ou ‘eu gosto de você’?”, pergunta a matchmaker Marlene Heuser. A instituição família está passando por uma crise. E isso tem maior reflexo entre os jovens. Muitos estão desorientados, sem a noção do certo e do errado.

Com a chegada do natal, é a hora de refletir sua atuação como pai ou mãe. A escritora Lya Luft, em uma de suas colunas para a revista Veja, citou uma frase, dita por um psicólogo, que reflete bem o momento atual. “A maior parte dos jovens perturbados que atendo não tem em casa pai e mãe, tem um gatão e uma gatinha”. São mães que, em vez de ficar com os filhos, preferem ir ao cabelereiro ou à academia. E pais que vivem atrás dinheiro, colocando os ganhos financeiros (status) acima de todas as outras facetas da vida.

A família, no entanto, precisa de atenção especial. Os filhos precisam ser ouvidos e educados. Não adianta passar esse papel para a escola. A função dela é trabalhar conhecimentos, não atuar como uma família substituta. “É na família que os filhos aprenderão os valores e os comportamentos necessários para a vida em sociedade: a solidariedade, a confiança, a generosidade, o respeito, a respeitar as diferenças de gostos, de temperamento, de desejos e de necessidades”, relata Marlene.

Casal

Nesse momento, também é importante refletir sobre a relação entre o casal. A conversa é importante. O diálogo é essencial para uma convivência saudável e prazerosa. Falem sobre vitórias e alegrias, derrotas e tristezas, experiências do dia-a-dia, fé, vida profissional e sobre o que se passa na nossa sociedade. Essa troca deve ser transformada num momento mágico de paz, alegria, de palavras e mensagens positivas onde o objetivo comum é o afeto e a ajuda mútua.

Reflita sobre a sua família.

Veja também: a companhia certa para o final de ano

 
 
12 de novembro de 2014

A companhia certa para o final de ano

casalfinaldeano

Com a aproximação das festas de final de ano, algumas pessoas sentem o fato de não ter uma companhia para levar aos jantares na casa da família, às comemorações da empresa ou à festa da virada.

Ainda assim, também nesse momento é preciso ser forte, positivo e não agir com aflição. Sair “atirando” por aí e demonstrando carência afasta as pessoas, em vez de atraí-las.  Se você quer encontrar uma companhia neste final de ano, foque em você.

Foque no aqui e agora

Procure esquecer as dores do passado. Quem pensa muito no que ficou para trás, acaba sofrendo sem necessidade e transparece isso. Afinal, não tem como mudar o que já aconteceu. E não pense tanto no futuro. Criar expectativa demais pode ser frustrante. Viva no presente, no aqui e no agora.

Seja completo

Sabe aquela frase “encontrar minha cara metade”? Pois é, ela precisa ser atualizada. Na verdade, você tem que ser uma pessoa por inteira, completa. Essa incompletude é uma carência que precisa ser resolvida. Projetar no outro a sua felicidade pode ser um desastre. Só você pode ser o responsável pela sua felicidade. A frase, então, deveria ser “encontrar a mim mesmo”.

 

 
 
 
06 de novembro de 2014

Por que os homens procuram uma agência de relacionamento?

I

Por que os homens procuram uma agência de relacionamento? A Golden Years, especializada em aproximação de pessoas, responde a essa pergunta, feita constantemente pelas mulheres. Tal resposta é baseada em uma experiência conquistada durante 20 anos de atendimento e nos depoimentos dos próprios clientes ao longo desse período.

Falta de tempo: Um dos principais motivos é a carga excessiva de trabalho. Muitos homens passam horas do dia no escritório. Quando chega sábado e domingo, eles só querem relaxar. O tempo para procurar uma parceria, portanto, se torna escasso. “Isso pesa no final do dia, quando percebem que estão cansados,sozinhos, sem uma companheira”, diz a matchmaker Marlene Heuser.

Segurança e sigilo: Alguns homens que procuram a agência de namoro alegam que não podem ter tanta exposição por causa da profissão. Sair para baladas ou se cadastrar em sites de relacionamentos abertos, para eles, está fora de cogitação. Por isso, buscam sigilo e um lugar onde possam ter sua identidade preservada.